Avaliação Mensal de História - 3° Bimestre - 1ºEM

 1- (MS) "Como não há poder político sem a vontade de Deus, todo governo, seja qual for sua origem, justo injusto, pacífico ou violento, é legítimo; todo depositário da autoridade, seja qual for, é sagrado; revoltar-se contra ele é cometer sacrilégio." (Jacques Bossuet)

A citação acima demonstra que:
 
a) o governo, através de seu representante, deve atender aos anseios da comunidade;

b) a escolha do governante deve obedecer à vontade de Deus;

c) o povo é livre para escolher o chefe da nação;

d) o poder do governante está baseado na Teoria do Direito Divino;

e) o governo deve ser constitucional, para ser considerado legítimo.

  

2- As terras pertencentes à Igreja Católica na Inglaterra e que eram utilizadas de forma comum por milhares de servos foram confiscadas, diminuindo a influência do papa nesse país e oferecendo à monarquia, novas alternativas para acumulação de capitais, isso aconteceu após a reforma anglicana que foi promovida por quem?    

 
3- As revoluções deflagradas na Inglaterra a partir do século XVII contribuíram para a gradativa superação da ordem feudal existente no território britânico e para a afirmação dos interesses dos diferentes grupos sociais que se empenharam na luta contra

a-      o regime democrático.

b-      o absolutismo monárquico.

c-      o poder da burguesia.

d-      o poder do Parlamento.

 

4- Em 1215 a Magna Carta viria a remodelar o papel do rei na Inglaterra. Pelas cláusulas desta, o que ficava estabelecida? Dê um exemplo.

 5- Analise o trecho:

“(...) Os revolucionários franceses e americanos voltavam-se para a Revolução Inglesa para compreender o que era uma revolução, no momento da desintegração do governo, quando algo novo havia de ser colocado em seu lugar. Mas nos anos de 1640, não havia nenhuma experiência prévia disso. A palavra ‘revolução’ adquiriu seu significado moderno em inglês, ao longo da Revolução Inglesa (...)”

Christopher Hill

Da análise do texto infere-se que a Revolução Inglesa deu origem a um novo significado para a palavra “revolução” porque permitiu a

A)     expansão marítima e início da colonização da América por ingleses.

B)     implantação do capitalismo e a criação dos primeiros bancos comerciais.

C)     limitação da autoridade real e a consolidação do parlamentarismo.

D)    declaração dos direitos universais do homem e do cidadão e proibição da escravidão.

E)     introdução da democracia e concessão de direitos políticos para todos.

 6- Segundo o artigo 39 da Magna Carta:

“Nenhum homem livre será preso, aprisionado ou privado de uma propriedade, ou tornado fora-da-lei, ou exilado, ou de maneira alguma destruído, nem agiremos contra ele ou mandaremos alguém contra ele, a não ser por julgamento legal dos seus pares, ou pela lei da terra.”

Ou seja, por esse artigo,

a- os cidadãos deveriam ser julgados conforme a lei, seguindo o devido processo legal, e não segundo a exclusiva vontade do monarca. 

b- os cidadãos deveriam ser julgados conforme a lei, seguindo o devido processo legal, porém, respeitando a vontade do monarca. 

c- os cidadãos deveriam ser julgados conforme a lei, desrespeitando o processo legal, e não segundo a exclusiva vontade do monarca. 

d- os cidadãos não deveriam ser julgados conforme a lei, seguindo o devido processo legal, e sim segundo a exclusiva vontade do monarca. 

 7- (FCC-SP) O Ato de Supremacia, promulgado por Henrique VIII, na Inglaterra, contribuiu para:

a) divulgar intensamente a doutrina calvinista no país, sobretudo na região da Escócia.

b) iniciar a expansão externa, formando, assim, as bases do império colonial inglês.

c) promover a reforma anglicana, ao mesmo tempo que contribuiu para a centralização do governo.

d) implantar o catolicismo no reino, o que foi acompanhado de repressão aos reformistas.

e) restaurar os antigos direitos feudais, que foram limitados pela Magna Carta de 1215.

 

8- De acordo com o que foi estudado o que esta imagem representa? Comente-a.

2042

 9- Após a decretação do fechamento do Parlamento pelo rei Carlos I em 1642, ______________________, deputado calvinista da Câmara dos Comuns, representante da gentry, organizou o ‘New Model Army’ (Novo Modelo de Exército) e empreendeu uma guerra civil contra as forças absolutistas.

a-      John Locke

b-      Thomas Fairfax

c-      Thomas Hobbes

d-      Oliver Cromwell

 

10- Observe as charges, escolha uma delas e comente-a: (No mínimo 10 linhas)

charge-reducaoIPIA      impostos-mal-aplicados-charge B

                     http://www.bernardoporto.com/                                                                                                      http://blogdoonyx.files.wordpress.com

  

Avaliação Bimestral de História - 1ºEM – 3º Bimestre

 

1- Como eram as condições da classe operária na Primeira fase da Revolução Industrial? Comente.

 

 2- Observe a charge.

(NOVAES, Eduardo Novaes e RODRIGUES, Vilmar. Capitalismo para principiantes. São Paulo: Ática. p. 52)

A charge acima satiriza o início do processo de industrialização iniciado na Inglaterra na segunda metade do século XVIII. Leia as afirmativas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.

 

a)        As relações trabalhistas anteriores a Revolução Industrial, já apresentavam características de exploração.

b)        A princípio, acreditava-se que a industrialização traria uma melhora considerável nas condições de vida dos trabalhadores.

c)        A chegada das máquinas permitiu de início, a formação do proletariado urbano e sua organização em sindicatos e partidos políticos.

d)        A Revolução Industrial resultou na substituição do homem pela máquina e o aumento do nível de vida da classe trabalhadora.

 4- Observe o quadrinho abaixo.

 EXPLIQUE o significado da prática tratada no quadrinho.

3- Leia atentamente o texto abaixo:

 

O trabalho infantil

 

Perante uma comissão do Parlamento em 1816, o Sr. John Moss antigo capataz de aprendizes numa fábrica de tecidos de algodão, prestou o seguinte depoimento sobre as crianças obrigadas ao trabalho infantil:

 

-          Eram aprendizes órfãos?

-          Todos aprendizes órfãos.

-          E com que idade eram admitidos?

-          Os que vinham de Londres tinham entre 7 e 11 anos. Os que vinham de Liverpool tinham de 8 a 15 anos.

-          Qual o horário de trabalho?

-          De 5 da manhã até 8 da noite.

-          Quinze horas diárias era um horário normal?

-          Sim.

-          As crianças ficavam de pé ou sentados para trabalhar?

-          De pé.

-          Durante todo o tempo?

-          Sim.

-          Havia acidente nas máquinas com as crianças?

-          Muito frequentemente.

 

História da riqueza do homem. Leo Huberman – 1982 – 18ªed. – Zahar – Rio de Janeiro – p.191

 O trabalho infantil ainda é uma realidade presente no século XXI? Justifique sua resposta.

  

5- Leia a reportagem abaixo:

 

CLAUDIO B. RECCO da Folha de S.Paulo

 

A Revolução Industrial do século XVIII representou o momento de consolidação do capitalismo. Apesar de restrita à Inglaterra, ela foi responsável pela reordenação da economia mundial durante o século XIX, pois representou a nova dinâmica capitalista, responsável por superar o mercantilismo. O pioneirismo inglês pode ser explicado com base na existência de um Estado liberal burguês, de capitais acumulados oriundos da exploração colonial e do domínio sobre as atividades mercantis, até então de mão-de-obra barata, e da disponibilidade de recursos naturais. No entanto, o aspecto mais importante ao analisarmos esse processo é entender o seu significado. De que maneira podemos definir a Revolução Industrial? Dizemos: "Foi um conjunto de transformações socioeconômicas e tecnológicas responsável por consolidar o sistema capitalista". Uma definição bastante simples, mas que possui um elemento fundamental: primeiro o homem, depois a máquina. Isso significa que a revolução não deve ser entendida apenas como um conjunto de inovações técnicas, novas máquinas e novos procedimentos de produção. A revolução deve ser entendida a partir da alteração estrutural que determinou. Se pensarmos que a máquina e seus inventores não são o mais importante para compreendermos esse movimento, como deve ser vista a revolução? Quais são suas características fundamentais? Ela foi a responsável pela separação definitiva entre o capital e o trabalho, pela consolidação do trabalho assalariado, pelo controle da burguesia sobre a produção e pela formação de uma nova classe social, o proletariado. Foi ainda caracterizada pela substituição do trabalho manual, pelo trabalho da máquina e pela substituição da energia humana pela energia a vapor. O desenvolvimento desse processo determinou uma série de transformações na vida cotidiana do homem inglês, em especial do homem pobre que migrava para a cidade e engrossava a camada marginalizada ou subempregada. As condições de vida e de trabalho eram caracterizadas pela miséria, o operário trabalhava cerca de 14 horas por dia em condições insalubres, não havia uma legislação trabalhista e a exploração era ainda maior em relação às mulheres e às crianças, que viviam em locais semelhantes a cortiços”.                                                 

http://www.folha.uol.com.br/

 

De acordo com a leitura do texto podemos afirmar que, EXCETO:

 

a) O autor aborda o conceito de Revolução Industrial, as condições de vida e de trabalho dos primeiros trabalhadores e os desdobramentos desse fato histórico.

b) A consolidação do sistema capitalista acabou por superar a economia mercantilista praticada desde a formação dos Estados Nacionais modernos.

c) A Revolução Industrial foi a responsável pela elevação na qualidade de vida do homem pobre que migrava para a cidade. 

d) O impulso à industrialização inglesa se deu, entre outros fatores, pelos lucros obtidos com a exploração colonial.

 6- Como era a situação da França no século XVIII na época do Antigo Regime?

7- A França era um país absolutista durante o Antigo Regime. Como um rei governa nesse sistema? O que ele podia controlar?

6- A Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, de 1789, é considerada pelo historiador inglês Eric Hobsbawm como um documento que “representa um manifesto contra a sociedade hierárquica de privilégios nobres, mas não é um manifesto a favor de uma sociedade democrática e igualitária.

O historiador chegou a essa conclusão por que:

A)     a Declaração estabeleceu o direito à propriedade privada.

B)     a Declaração conferiu a igualdade jurídica aos cidadãos, tanto na teoria quanto na prática.

C)     a Declaração corresponde aos interesses e objetivos da burguesia.

D)     a Declaração tornou-se um documento precioso para os excluídos.

 7- A Revolução Francesa é considerada como o acontecimento que deu início à Idade Contemporânea, aboliu a servidão e os direitos feudais e proclamou os princípios universais de:

a)      “Independência, Igualdade e Fraternidade”

b)      “Liberdade, Igualdade e Justiça”

c)      “Liberdade, Esperança e Fraternidade”

d)     Liberdade, Igualdade e Fraternidade

 

  

7ª - 03

8-

 

 

Sabemos que, assim como na charge da Mafalda, também durante a Revolução Francesa discutiu-se a questão dos direitos humanos. O resultado foi a elaboração da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão.

Assinale a afirmativa que NÃO se aplica aos pressupostos desse documento.

a)        Todo homem pode empenhar seus serviços, seu tempo; mas não pode vender-se nem ser vendido. Sua pessoa não é propriedade alheia. A lei não reconhece domesticidade;

b)        A lei é a expressão livre e solene da vontade geral; ela é a mesma para todos, quer proteja, quer castigue; ela só pode ordenar o que é justo e útil à  sociedade; ela só pode proibir o que lhe é prejudicial.

c)        Ninguém deve ser molestado pelas suas opiniões, contanto que estas não contrariem os dogmas religiosos instituídos no início da Revolução.

d)       Sendo a propriedade um direito inviolável e sagrado, dela ninguém pode ser privado, salvo quando a necessidade pública, legalmente verificada, o exigir evidentemente e com a condição de uma justa e prévia indenização.

 

9- A Assembléia Nacional Constituinte da França revolucionária aprovou em 26 de agosto de 1789 e votou definitivamente em 2 de outubro a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, sintetizando em dezessete artigos e um preâmbulo dos ideais libertários e liberais da primeira fase da Revolução Francesa. Abaixo seguem alguns artigos, qual se trata do 1˚?

a)      A finalidade de toda associação política é a conservação dos direitos naturais e imprescritíveis do homem. Esses direitos são a liberdade, a propriedade, a segurança e a resistência à opressão.

b)      Os homens nascem e são livres e iguais em direitos. As distinções sociais só podem fundamentar-se na utilidade comum.

c)      O princípio de toda a soberania reside, essencialmente, na nação. Nenhum corpo, nenhum indivíduo pode exercer autoridade que dela não emane expressamente.

d)      A liberdade consiste em poder fazer tudo que não prejudique o próximo: assim, o exercício dos direitos naturais de cada homem não tem por limites senão aqueles que asseguram aos outros membros da sociedade o gozo dos mesmos direitos. Estes limites apenas podem ser determinados pela lei.

e)      A lei não proíbe senão as ações nocivas à sociedade. Tudo que não é vedado pela lei não pode ser obstado e ninguém pode ser constrangido a fazer o que ela não ordene.

http://www.imotion.com.br/imagens/data/media/83/3469livre.jpg10- Observe a imagem:

 

 

 

Elabore um texto sobre a Liberdade. (No mínimo 10 linhas)

 

 

 

 

>> Blog do Infantil

>> Galeria de Fotos

>> Sion no you Tube